Ads 468x60px

Posts em Destaque

sábado, 22 de novembro de 2014

NOITE ESPECIAL COM O LOUVOR DO PADRE ANTÔNIO MARIA EM PÃO DE AÇÚCAR



O show do Pe. Antônio Maria em Pão de Açúcar foi um mega sucesso na noite desta quinta-feira (20), com a presença de um  grande público antes teve a missa campal na frente da matriz de São José, em prol ao 11º Aniversário do Terço dos Homens de Pão de Açúcar, onde o padre local, Sandro Sebastião e outros padres da Diocese estiveram co-celebrando, e com a ilustre presença na celebração do Pe. Antônio Maria. Logo após o termino da celebração, a banda marcial BAMIB (Banda Marcial Isaque Bezerra) realizou uma bela apresentação onde emocionou a todos os presente, inclusive o Pe. Antônio Maria que recitou algumas palavras de prestigio para todos os componentes da banda. Após a apresentação, o Pe. Antônio Maria iniciou o louvor cantando EMOÇÕES do rei Roberto Carlos, e em seguida seguiu o repertorio animando e emocionando todos os fieis, com suas mensagens maravilhosas. O público veio de todas as cidades próximas do distrito, inclusive de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Caruaru. 
“Muito obrigado a todos que vieram participar do nosso 11º Aniversário do Terço dos Homens em Pão de Açúcar, é com muita alegria e satisfação que recebemos pela a primeira vez o ilustre Pe. Antônio Maria em nosso distrito”, ressaltou um dos organizadores do evento. Texto: Blog Pão de Açúcar News Fotos: Vertentes Notícias.


















Moto-taxistas se reuniram e foram até a sede provisória da Prefeitura de Toritama.



Na manhã desta quarta - feira (19), um grupo de moto-taxistas se reuniram e foram até a sede provisória da Prefeitura de Toritama, afim de se encontrarem com o chefe do executivo, para pedirem ações rigorosas para coibir a invasão dos novos moto-taxistas não habilitados para tal função.
Há vários dias que os mototaxistas regularizados, vem cobrando ações do poder publico, em especial da Secretária de Trânsito e do próprio Gabinete do Prefeito. Pois houve um crescimento do número de profissionais dessa área, porém a maioria, são de pessoas não habilitadas em relação aos antigos. Para se ter uma ideia, os primeiros moto-taxistas passaram por um treinamento e várias adequações, para poderem enfim se tornarem aptos a exercerem tal função. E atualmente a classe vive com uma invasão desenfreada de novos componentes, porém estes novatos, a quem os mais antigos chamam de "Sem Terra", não são legalizados, muitos sem identificação e a maioria absoluta sem nenhum treinamento, ou seja ilegais.
Há vários dias que membros da classe cobram das autoridades ações quanto a isso, dentre elas fiscalizações e até então nada foi feito e nenhuma ação foi feita para solucionar este problema. Então na manhã desta quarta - feira, dia 19, os moto-taxistas da "Capital do Jeans", decidiram ter um encontro com o Prefeito do município e o Secretário de Transportes local, o senhores Odon Ferreira e Paulo Manoel, respectivamente, para pedirem providências quanto a esse problema.
Na ocasião, o Prefeito da cidade não se encontrava na cidade, porém o assessor de comunicação teve com os manifestantes e intermediou uma reunião entre eles e o chefe do executivo. Neste mesmo instante compareceu ao local o Sr. Paulo Manoel, Secretário de Transportes e se colocou a disposição dos mesmos para sentarem e buscarem uma saída para esta problemática e de imediato solucionar os problemas existentes.
Segundo, o Secretário já foram feitas diversas ações para tentarem coibir essa prática por parte desses motoqueiros irregulares, que insistem em continuar exercendo a função de moto-taxista.
Mas que dará uma atenção maior e solicitará dos demais órgão competentes ações enérgicas contra os que estiverem irregulares, mas que também buscará atender aqueles que queiram se regularizarem e exercer as funções legalmente. E que ações serão feitas com apoio das Polícias Militar e Rodoviária Estadual, como também da equipe de fiscalização do DETRAN - PE. Estas ações poderão ser iniciadas a partir de primeiro de dezembro.
Por Wendell Galdono.
Foto: Carlos Júnior.


sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Pe. Antônio Maria faz louvor em Vertentes.


A noite desta quarta - feira (19), a cidade de Vertentes viveu mais um grande momento de louvor e adoração ao sagrado. Estamos falando da celebração da santa missa em comemoração aos 100 anos da Campanha da Mãe Peregrina Schoenstatt, Missão Mãe Rainha. No início da noite houve uma missa em comemoração aos 100 anos da "Mãe Rainha", que contou com a presença do Padre Antônio Maria, que logo após a celebração da missa, mais uma vez encantou a todos com o seu belo louvor, repletos de canções e mensagens de fé. Confira algumas imagens dessa noite inesquecível para a família vertentense.







quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Náutico perde para o Oeste e não pode mais subir

O Náutico encerrou sua chance de subir para a Série A ao perder para o Oeste por 2×0 na noite desta terça-feira (18), no estádio Dos Amaros, em Itápolis-SP. O resultado manteve o timbu com 48 pontos faltando duas rodadas para terminar a competição. Do outro lado, o Oeste ficou bem perto de manter-se na Segundona em 2015, já que chegou aos 45.
Apesar do gramado não oferecer condições para um futebol bem jogado, Oeste e Náutico mostraram apetite pela vitória desde os primeiros minutos. O Náutico foi de três atacantes – Marinho, Sassá e Furlan – e o Oeste respondeu na mesma moeda, mas era um time com as linhas mais próximas, a famosa compactação. Foi assim que os donos da casa levavam vantagem na hora de marcar. O timbu explorava a velocidade de seu trio ofensivo e chegou bem perto do gol logo aos seis minutos. Marinho fez jogada individual e bateu forte no travessão. A bola quicou no chão – antes da linha fatal – e no rebote, Sassá mandou para as redes. No entanto, estava levemente adiantado e o impedimento foi marcado.
O vontade de fazer gol dos dois times esbarrava também em algumas limitações técnicas. Mas num erro primário do Náutico, o time da casa abriu o placar aos 13 minutos. Numa cobrança de lateral, João Denoni recebeu livre de marcação. Ele avançou até a meia-lua e chutou. A bola desviou em Renato Chaves e tirou Júlio César completamente da jogada. Depois do gol, o Oeste passou a jogar só de contra-ataque e dificultou muito a vida do Náutico, com pouca criatividade no meio de campo. O time alvirrubro viveu mais das jogadas pelos lados de Marinho e Furlan.
A segunda etapa começou bastante agitada. O goleiro Anderson foi substituído por Paes depois de sofrer uma lesão muscular no fim do primeiro tempo. Aos dois minutos uma rápida triangulação entre Denoni, Jefferson Paulista e Ezequiel terminou com um chute deste último na trave. Waguininho estava atento ao rebote e completou para o gol. Três minutos depois, Marinho e Jefferson Paulista se desentenderam. Paulinho se meteu na confusão e foi expulso junto com Jefferson.
Com as duas exclusões, dois gols de vantagem e mais espaço em campo o Oeste ficou todo no campo de defesa e o timbu foi para cima, até porque nada mais lhe restava. Aos 24, Sassá foi lançado por Luiz Alberto, entrou na área e chutou rasteiro para Paes fazer uma grande defesa.
Nota zero
Para o gramado do estádio Dos Amaros. Bastante irregular, o piso rendeu lances bisonhos. Num passe recebido de Halison, Daniel Gigante dominou de canela e quase entrega para Bruno Furlan. O Náutico também sofreu. Neílson arriscou de fora da área na hora que a bola quicou. O que era pé virou canela e a bola foi completamente torta.
O indisciplinado
É inegável que o volante Paulinho deu mais qualidade ao meio de campo do Náutico. Porém, o jogador trouxe na mesma proporção a pancadaria. Além dos 14 cartões amarelos já tomados, o que o faz líder de advertências na Série B, o camisa 25 foi tomar as dores de Marinho e terminou sendo expulso junto com Jefferson Paulista, do Oeste.
O ausente
Como único armador do time, Cañete deveria ser mais participativo. Apareceu pouco pela região central do campo e coube aos atacantes dos lados, Marinho e Furlan – depois substituído por Raí – a tarefa de organizar a equipe.
Rispidez
As duas expulsões durante a confusão no início do segundo tempo foram um reflexo de um jogo repleto de faltas. Nada menos do que 38 infrações foram cometidas, sendo 21 para o Oeste e 17 pelo Náutico.
Ficha do jogo:
Oeste/SP: Anderson (Paes); Ezequiel, Halisson, Daniel Gigante e Dênis; Dionísio (Leandro Melo), João Denoni, Jeferson Paulista e Lelê; Cristiano e Waguininho (Pablo). Técnico: Roberto Cavalo.
Náutico: Júlio César; Neílson, Luiz Alberto, Renato Chaves e Gaston Filguera; João Ananias, Paulinho e Cañete (Leleu); Marinho (Crislan), Sassá e Bruno Furlan (Raí). Técnico: Dado Cavalcanti.
Local: Dos Amaros, em Itápolis (SP). Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ). Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ) e Lucas Torquato Guerra (DF). Gols: João Denoni, aos 13 do primeiro. Waguinho, aos dois do segundo. Cartões amarelos: Renato Chaves, Cañete, Raí, Lelê, João Denoni e Waguininho.

Sport não quer clima de festa na abertura da arena do Palmeiras

Equipe rubro-negra busca ainda a Sul-Americana. Foto: Guga Matos/ JC Imagem
Equipe rubro-negra busca ainda a Sul-Americana. Foto: Guga Matos/ JC Imagem
O clima de festa é tudo que o Sport não quer após o apito final do duelo contra o Palmeiras nesta quarta-feira, às 21h (horário de Pernambuco), pela 35º rodada do Brasileirão. A ideia do Leão é frustrar a alegria dos palmeirenses na abertura do novo estádio, a Allianz Arena. Além disso, se for um visitante indigesto para o adversário, os rubro-negros irão não só frustrar os paulistas como também irão dar um passo importante para a classificação para a Sul-Americana do ano que vem. Atualmente, os pernambucanos estão em 12º com 44 pontos e na briga pela competição internacional.
Sport com o mesmo time e Palmeiras provavelmente sem Valdívia
Em time que está ganhando não se mexe. Esse é o lema do técnico Eduardo Baptista para a partida contra o Verdão. O comandante rubro-negro aprovou a atuação do time na vitória de 1×0 sobre o Atlético-PR, no último domingo, e resolveu manter o mesma equipe. Assim, Mike e Joelinton estão mantidos como titulares.
Já o Palmeiras vem possivelmente sem um dos principais jogadores. O meia Valdívia foi convocado pela seleção do Chile para amistosos e dificilmente vai reunir condições de encarar o Leão, principalmente porque sentiu lesão muscular. Além dele, Cristaldo desfalca o Verdão por causa de suspensão pelo terceiro amarelo.
Quem pode decidir?
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Diego Souza. É a referência técnica do Sport na Série A. Assim, não há como fugir do nome de Diego Souza como o cara do Leão no gramado. Tanto é que ele foi responsável por dez pontos da equipe na competição desde que fez a estreia no time. Além disso, o meia encara o duelo contra o Palmeiras de maneiras especial, afinal foi lá que ele mais se destacou no futebol nacional. Chegou até a marcar contra o Sport na Libertadores.
Fique de olho
Foto: Rodrigo Lôbo/Acervo JC Imagem
Foto: Rodrigo Lôbo/Acervo JC Imagem
Magrão. O goleiro foi decisivo no último domingo ao pegar um pênalti contra o Atlético-PR em plena Arena da Baixada. Nesta quarta, as mãos dele serão mais uma vez exigidas para segurar o ímpeto do ataque do Verdão, que não vai querer passar em branco na abertura do novo estádio. Por isso, o torcedor tem que ficar de olho no arqueiro.
A ameaça
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Henrique. Apesar da má fase do Palmeiras na Série A, o atacante do clube paulista é o artilheiro da competição com 15 gols. Ele é a grande ameaça palmeirense nesta quarta. No jogo de ida, na Arena Pernambuco, ele deixou o dele contra o Leão, que conseguiu virar para 2×1.
Relembre
A última vez que o Sport ‘inaugurou’ uma arena foi em 2013. Foi a Arena Castelão, no Ceará. O Leão ficou no empate em 0x0 com o Fortaleza, pela Copa do Nordeste de 2013. O estádio cearense, por sinal, ficaria marcado um ano depois por ser o palco do título nordestino rubro-negro.
FICHA DA PARTIDA – PALMEIRAS X SPORT
Palmeiras: Fernando Prass; João Pedro, Nathan, Tobio e Juninho; Marcelo Oliveira; Victor Luis, Wesley, Felipe Menezes; Diogo e Henrique. Técnico: Dorival Júnior.
Sport: Magrão; Patric, Durval, Páscoa e Renê; Rodrigo Mancha, Rithelly, Danilo e Diego Souza, Mike; Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista.
Brasileirão (35º rodada). Local: Allianz Parque, São Paulo (SP). Horário: quarta-feira, às 21h (horário de Pernambuco). Árbitro:  Dewson Fernando Freitas da Silva (PA). Auxiliares:  Marcio Eustaquio Santiago e Guilherme Dias Camilo (ambos de Minas).

Prazo para visto americano deve cair de dez para dois dias

Visto americano pode ser liberado mais rápido. Foto: Carlos Severo/Fotos Públicas.
Visto americano pode ser liberado mais rápido. Foto: Carlos Severo/Fotos Públicas.
Viajar para os Estados Unidos poderá ficar mais fácil se a meta assumida pelo Departamento de Estado do País for cumprida. Em visita a Washington, durante missão parlamentar, o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT), adiantou que a secretária-adjunta para Assuntos do Hemisfério Ocidental, Roberta Jacobson, vai se empenhar para reduzir o período de concessão do visto de dez para dois dias.
“Essa demora é um obstáculo significativo nas nossas relações. Se não podemos abolir agora a exigência de visto – porque são poucos os países a quem os EUA concedem esse tratamento -, temos que, pelo menos, agilizar a emissão”, pontuou Humberto.
O líder do PT explicou que os americanos também devem abrir novos consulados no Brasil e negociam inserir o Brasil no chamado Global Entry, um sistema que agiliza a concessão de visto a quem viaja com frequência aos EUA.
“Mas, para isso, precisamos discutir detidamente a questão do compartilhamento de dados de cidadãos entre os dois governos. É uma questão muito sensível para a qual o Brasil está bastante atento, especialmente depois do escândalo de espionagem do qual os Estados Unidos foram protagonistas”, afirmou o líder do PT.

Santa Cruz tropeça em casa e praticamente dá adeus ao G-4

Válber abriu o placar no segundo tempo e foi comemorar com os companheiros. Foto: Diego Nigro / JC Imagem
Válber abriu o placar no segundo tempo e foi comemorar com os companheiros. Foto: Diego Nigro / JC Imagem
A torcida do Santa Cruz ainda acreditava no acesso à Série A e obedeceu o chamado do técnico Oliveira Canindé. Compareceu em bom número ao Arruda. Começou incentivando e jogando com time, mas, aos poucos os gritos foram se transformando em vaias e o time ficou nervoso em campo e acabou derrotado pelo Sampaio Corrêa, por 2×0, em jogo válido pela 36° rodada da Série B. Os gols do time maranhense foram marcados no segundo tempo, por Válber, aos três minutos; e Luiz Otávio, aos 23.
O técnico Oliveira Canindé mexeu errado no segundo tempo e foi bastante xingado pela torcida, que também não poupou vaias ao volante Memo. Com o resultado o sonho do G-4 ficou praticamente impossível para o Santa já que a diferença para o quarto colocado aumentou para quatro pontos, faltando duas rodadas e seis pontos a serem disputados.
O Tricolor caiu para a décima posição, sendo ultrapassado pelo próprio Sampaio Corrêa.  Na próxima rodada o Santa recebe o Avaí no Arruda enquanto o Sampaio enfrenta o Atlético-GO no Maranhão.
O jogo
Foto: Diego Nigro / JC Imagem
Foto: Diego Nigro / JC Imagem
O Santa Cruz entrou nervoso em campo e errou bastante no primeiro tempo deixando a torcida impaciente e irritada nas arquibancadas. O time ouviu vaias de quem foi ao Arruda para apoiar e fez isso em boa parte do jogo. Mas ao ver pouca produção, muita afobação e vários erros de passe trocou os gritos de incentivo por xingamentos, que deixaram os jogadores ainda mais ansiosos no gramado. O mais perseguido foi o volante Memo, que entrou na vaga do suspenso Bileu.
O Santa começou errando vários passes na saída de jogo e esquecendo que tinha dois meias em campo. Preferiu fazer lançamentos e se precipitou. As boa jogadas surgiam quando Tiago Costa e Tony avançavam pelos lados e cruzavam, mas nenhuma bola alçada achou Léo Gamalho. O Sampaio Corrêa, como um franco atirador, ficou em alerta para quando o Santa cometesse erros chegasse ao ataque na tentativa de abrir o placar.
O Tricolor pernambucano teve mais posse de bola mas individualizou demais com Keno e Wescley. Aos 25 Wescley dominou dentro da área e chutou forte para uma boa defesa de Rodrigo Ramos. O Santa usou muitos as jogadas aéreas mas não viu a defesa adversária bem posicionada e ganhando praticamente todas as bolas.
O Sampaio também chegou com perigo em duas jogadas. A primeira logo no início com Marino que chutou forte e Cardoso fez a defesa. Depois, aos 10 minutos, Marino tentou de fora da área mas a bola passou à direita. O que já estava ruim ficou ainda pior no início do segundo tempo. Logo aos três minutos Válber aproveitou o bate rebate na área e finalizou para as redes corais. Um a zero para o Sampaio e a torcida passou a vaiar o time ainda mais. O técnico Oliveira Canindé demorou para reagir e fazer mudanças.
Foto: Diego Nigro / JC Imagem
Foto: Diego Nigro / JC Imagem
Do outro lado o técnico Vinícius Saldanha entrou com duas modificações , Robson Simplício no lugar de Jonas; e Márcio Diogo na vaga de Hiltinho. Quando pensou em fazer alterações, Canindé tirou Keno e colocou Pingo, sendo bastante criticado pela torcida, que pedia um time mais ofensivo em campo.
O time não melhorou em campo e seguiu errando passes e dando campo de jogo ao Sampaio. Aos 23 minutos o golpe de misericórdia foi dado pelo zagueiro Luiz Otávio, que subiu livre e tocou para as redes de Tiago Cardoso. A torcida começou a deixar o estádio. O time desanimou ainda mais e poucos procuravam criar jogadas e diminuir o placar. Canindé ainda fez outra mudança, Natan saiu para a entrada de Emerson Santos. Até o apito final quem ficou no Arruda viu um time entregue ao resultado e esperando o jogo acabar.
Técnico foi bastante vaiado pela torcida. Foto: Diego Nigro / JC Imagem
Técnico foi bastante vaiado pela torcida. Foto: Diego Nigro / JC Imagem
Ficha de jogo
Santa Cruz: Tiago Cardoso; Tony, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Memo (Cassiano), Wescley e Natan (Emerson Santos); Keno (Pingo) e Léo Gamalho. Técnico: Oliveira Canindé.
Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Daniel Damião, Mimica, Luiz Otávio e Willian Simões; Marino, Jonas (Robson Simplício), Uillian Corrêa, Hiltinho (Márcio Diogo) e Válber; Siloé. Técnico: Vinícius Saldanha.
Campeonato Brasileiro Série B (36°rodada). Local: estádio do Arruda. Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES). Assistentes:
Fabiano da Silva Ramires (ES) e Marrubson Melo Freitas (DF). Cartões amarelos: Santa Cruz – Keno, Emerson Santos; Sampaio Corrêa, Siloé, Ullian Corrêa, Jonas e Marino. Gols. Sampaio Corrêa (Válber, aos três minutos e Luiz Otávio, aos 23 do segundo tempo). Público: 14.609.Renda: R$ 145;727

Paulo Câmara pede à bancada federal emendas para BRs, hospitais e barragem

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Antes de assumir, Paulo Câmara (PSB) já começou a fazer pedidos à bancada federal. Em reunião nesta terça-feira (18) com 16 deputados da legislação atual, dos quais nove foram reeleitos, o socialista já apresentou sugestões de seis emendas parlamentares para Pernambuco, entre recursos para duplicação de rodovias, construção de hospitais e de uma barragem. O valor total é de R$ 1,645 bilhão no ao Orçamento Geral da União (OGU) de 2015.
A verba para a duplicação da BR-232 entre São Caetano e Arcoverde, entre o Agreste e o Sertão de Pernambuco, foi definida como uma das quatro emendas prioritárias apresentadas. Essa seria a verba com maior orçamento, de R$ 680 milhões, com contrapartida do Governo do Estado de R$ 68 milhões.
A duplicação de 43 quilômetros da BR-408, entre Carpina e Timbaúba, na Zona da Mata, foi definida como proposta extra. A ação demandaria R$ 320 milhões e contrapartida de R$ 32 milhões.
Com o segundo maior custo, de R$ 360 milhões e complemento de R$ 36 milhões, a construção da Barragem Engenho Maranhão, em Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife, é a segunda na lista de principais sugestões do governador eleito. Essa é a única de recursos hídricos entre as propostas.
As outras três demandas são para a saúde, duas para a capital e a outra para o interior, embora um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), recebido pelo socialista nessa segunda-feira (17), aponte que mais investimentos precisam ser destinados à região menos favorecida.
Paulo Câmara quer R$ 120 milhões para construir o  Hospital Geral do Sertão, em Serra Talhada, além da contrapartida de R$ 15 milhões. Os recursos seriam os mesmos para erguer o Hospital Geral de Cirurgias, na capital pernambucana. Mais R$ 45 milhões foram demandados para ampliação, reforma e equipagem do Hospital Barão de Lucena, referência no atendimento de gestantes no Recife, com investimento estadual de R$ 5 milhões.
PARLAMENTARES - Os deputados federais que continuarão na Câmara no próximo ano e participaram da reunião são Luciana Santos (PC do B), Gonzaga Patriota (PSB), Danilo Cabral (PSB), Wolney Queiroz (PDT), Fernando Filho (PSB), Bruno Araújo (PSDB), André de Paula (PSD), Jorge Corte Real (PTB) e Sílvio Costa (PSC). Não foram reeleitos Pedro Eugênio (PT), Inocêncio Oliveira (PR), José Chaves (PTB), Augusto Coutinho (SD), João Paulo (PT), Roberto Teixeira (PP) e Pastor Vilalba (PP).
O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), eleito deputado federal, e os deputados Carlos Eduardo Cadoca (PC do B), que perdeu as eleições, e Pastor Eurico (PSB), segundo mais votado no pleito, estão em viagem oficial e não participaram da reunião. No total, Pernambuco tem 25 deputados federais.
Paulo Câmara levou para a reunião o seu vice, Raul Henry (PMDB); o senador eleito Fernando Bezerra Coelho (PSB); e o secretário estadual da Casa Civil, Luciano Vasquez.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Convite: Paróquia de São José

A Paróquia de São José celebra o encerramento do Centenário do Movimento Mãe Rainha, com a Presença do Pe. Antonio Maria.
19 de Novembro de 2014
Às 19h: Recitação do Terço
19:30h: Santa Missa
21h: Show na Praça da Matriz
O Pe. Lucena ( Pároco ), o Terço dos Homens e o Movimento Mãe Rainha convidam a todos os Vertentenses.
" O PADRE ANTONIO MARIA MANDOU CHAMAR "

Fonte : www.paroquiadesaojosevertentes.blogspot.com.br

De volta ao hip-hop

14_12_Tommy-Ton-Spring-2015-RTW
Os anos 90 mal foram embora e a moda já tratou de ressuscitá-los. Estão de volta às ruas e à passarela os looks oversized, jaquetões, calças largas, bonés de aba grande e correntes tamanho GG, daqueles tempos em que fizemos uma ode à roupa do asfalto, e que passamos a olhar para a cultura hip-hop. Foi naquela década que o sportwear se popularizou, para nunca mais sair do catwalk, e cada vez mais ingressar nos guarda-roupas mais refinados mundinho afora.
8c0b604cb21e4fc63f4dcbb30a805612
É claro que a releitura sempre vem carregada de alguma novidade. O que pegou nas ruas foi o camisetão extra largo de jogador de futebol americano fazendo as vezes de vestido, para usar com salto alto e bonezão com dizeres garrafais, o mais reluzentes possível. Essa proposta permite deixar as pernocas de fora, compensando a silhueta largadona de casacos e jaquetas.
hmprod
Não quer abrir mão do shape skinny? Basta recorrer a blusões oversized apenas no comprimento em vez da largura, dando um tempo nas blusinhas cropped. Ou usar o velho truque do moletom amarrado na cintura. Infalível! Sendo assim, dá até para colocar saia lápis por baixo que não vai ter jeito de não deixar um perfume hip-hop no ar. Tudo isso acrescido do bom e velho tênis, de preferência de cano alto. Escolha uma referência que você curte e acrescente ao look do dia a dia sem grilos de se tornar fashion victim.

Pernambuco confirma segundo caso de febre chicugunha

Da editoria de Cidades

 / Foto: Rodrigo Lôbo/Acervo  JC Imagem

Foto: Rodrigo Lôbo/Acervo JC Imagem

Pernambuco confirmou o segundo caso de febre chicungunha, o primeiro de adoecimento local, mas ainda de infecção fora do Estado. É uma mulher de Petrolina (Sertão), moradora da área rural, que adquiriu o vírus ao visitar parentes no município de Feira de Santana, na Bahia, onde há um surto da nova doença. O primeiro comprovado foi um residente do Recife, que se infectou fora do Brasil, na República Dominicana, e apresentou sinais da enfermidade no Ceará.


Segundo a coordenadora do programa estadual de combate à doença, Claudenice Pontes, a partir de agora aumentam as chances de início da transmissão local. Duas pessoas que residem próximo à moradora de Petrolina apresentaram sinais da doença e estão sendo investigadas. Se confirmados esses dois novos casos suspeitos, estará comprovado o começo da transmissão local.

Com os novos registros, passam a ser 14 notificações de chicungunha em Pernambuco, duas confirmadas, dez descartadas inclusive com segundo exame, além das duas ainda sob análise das vigilâncias epidemiológicas de Petrolina e do Estado.

A segunda confirmação foi feita pelo Laboratório de Saúde Pública do Estado (Lacen), na última sexta-feira. A paciente, que passa bem, apresentou em agosto sinais de dengue, doença confirmada por exame laboratorial. A suspeita de chicungunha, que tem sinais iguais, só surgiu mais recentemente, quando a moradora procurou unidade de Saúde da Família queixando-se de dores prolongadas nas articulações (é a diferença clínica da dengue). É provável que ela tenha adoecido com dengue e chicungunha ao mesmo tempo.

“As duas podem ser transmitidas pelo mesmo mosquito”, esclarece Claudenice Pontes. Os Aedes aegypti e albopictus podem se infectar com humanos e manter a cadeia de transmissão, disseminando tanto dengue quanto chicungunha.

“Residentes em Petrolina não devem entrar em pânico. Foi realizado bloqueio na área onde o caso confirmado reside e a comunidade está sendo monitorada. O mais importante agora é a população do Estado entender que o foco pode estar na casa de cada um de nós”, lembra Claudenice Pontes. Ela apela para que todos reforcem a vigilância para eliminação de criadouros. São fundamentais evitar jogar lixo no quintal e nas ruas, como também manter tampados os reservatórios d’água.

Já era esperado que a febre chicungunha chegasse primeiramente à Petrolina por causa da proximidade com o Estado da Bahia. O município do Sertão de São Francisco enfrenta racionamento d’água, favorecendo o uso de reservatórios domésticos, como caixas, tonéis e baldes, que podem se tornar focos se não forem tampados.