domingo, 2 de agosto de 2015

Goiana: todos de olho no novo “Eldorado”


Foto: JC Imagem.
Foto: JC Imagem.
Por Marcela Balbino, repórter do Blog
Nos últimos anos, o município de Goiana, na Mata Norte do Estado, vivencia transformações econômicas desafiadoras. Com a chegada de empresas de grande porte, como a fábrica da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), com investimento superior a R$ 7 bilhões, o município modifica o ciclo econômico. O boom, no entanto, vem encarrilhado de problemas sociais. É neste cenário que se desenha a disputa eleitoral de 2016. Goiana tornou-se o novo “Eldorado” pernambucano e entra na rota de vários candidatos de oposição.
Em seu primeiro mandato, o atual prefeito, Fred Gadelha (PTB), enfrenta desgates administrativos e políticos. A gestão é mal avaliada pela população e há dois anos o gestor rompeu relações com o vice-prefeito, Carlos de Joca. Apesar do quadro, Gadelha, que é aliado político do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto, é nome certo para reeleição.
Foto: Bobby Fabisak/JC ImagemData: 10-4-2015Assunto: ECONOMIA - Frederico Gadelha, Prefeito de Goiana. III Fórum Empresarial do Polo Econômico de Goiana e Entorno. ##
Prefeito de Goiana, Fred Gadelha (PTB), vai tentar reeleição em 2016. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem.
Procurado pela reportagem, o prefeito de Goiana não retornou as ligações até o fechamento desta edição. Interlocutor dele, o secretário de Articulação Política da prefeitura, Leandro Menezes, explica que o gestor sempre externou o desejo de disputar a reeleição, mas afirmou que o petebista ainda está construindo as alianças partidárias para 2016.
Novo na cidade, o deputado estadual Aluísio Lessa (PSB) busca se cacifar para pleito. Em junho, o socialista assumiu a presidência do partido e montou agendas de discussão no município. “Não tenho projeto de prefeito, tenho projeto político”, afirma Lessa, que transferiu o título para Goiana em 2011. “Nosso objetivo é unir o partido e os aliados de Paulo Câmara”, explica o deputado. “A gente está debatendo a Goiana do futuro”, afirmou. “O município é estratégico para o Estado e as direções estaduais percebem isso”, justificou o parlamentar.
Foto: Fernando da Hora/JC ImagemData: 8-5-2015Assunto: POLÍTICA - O Dep. Estadual Aloísio Lessa esteve presente em reunião com empresários e sindicalistas na sede da autoridade portuária de Suape PE. A comissão formada pelo Dep. Federal Augusto Coutinho(SD)(e), O Presidente da SETASPE Bejamim Maranhão(SD), que também está a frente do grupo, O Dep Estadual Aloísio Lessa(PSB), O dep. Estadul Pedro Serafim(PDT) e o vereador Felipe Cintra Palavra-chave: parlamentares - petrobras - ##
Deputado Aluísio Lessa é um dos nomes cotados para entrar na disputa pela prefeitura de Goiana. Foto: Fernando da Hora/JC Imagem.
Quanto ao desconhecimento, Lessa diz que pesquisas qualitativas apontam que os goianenses esperam que a gestão da cidade acompanhe o crescimento econômico, independente do partido ou do local de origem do candidato.
Nos bastidores, comenta-se que a chegada de Lessa gerou certo desconforto nas bases do partido em Goiana. O ex-prefeito Edval Torres deixou o PSB e corre por fora para empinar a pré-candidatura. Diante da falta de espaço nas hostes socialistas, Torres está prestes a se filiar no PR.
“Tenho o objetivo de ser candidato no próximo ano é indiscutível. Deixei o PSB porque alguns compromissos não foram cumpridos e lá eu não teria espaço”, disse o ex-prefeito, que evita avaliar a atual gestão. “Prefiro que o povo julgue”, diz.
Foto: Sérgio Bernardo/JC ImagemData: 17.04.2015Assunto: Especial Fiat - Fábrica da Jeep (Fiat Chrysler Automobiles) em Goiana, Pernambuco. Centro Histórico da Cidade de Goiana, Igreja Matriz.Palavras-Chaves: - ##
Centro histórico da Cidade de Goiana, Igreja Matriz. Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem.
Segundo o presidente do PSB em Pernambuco, Sileno Guedes, o momento é oportuno para que atores de todos os partidos postulem as intenções e coloquem as ideias para os municípios. “Mas ainda estamos muito distante das definições, que se darão apenas no momento das convenções, em meados do ano que vem. Então o partido vai continuar discutindo internamente com as bases, com os segmentos, com as lideranças para que possamos construir os consensos e buscar a unidade sempre que for possível”, afirmou o socialista, em nota.
*O Giro pelos Municípios é resultado da parceria do Jornal do Commercio com o Blog de Jamildo. Serão publicadas, semanalmente, matérias deslindando as articulações políticas dos principais municípios do Estado para as eleições 2016.

Náutico tropeça no Macaé e deixa o G4


Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
O Náutico foi para o intervalo vencendo o Macaé por 1×0 e na liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. Mas depois de repetir os velhos erros de não aproveitar as várias chances criadas, foi castigado pelo empate e com o 1×1 deixou a Arena Pernambuco neste sábado (1), em quinto lugar, com 28 pontos, empatado com América/MG e Bahia, mas atrás nos critérios de desempate.
O Náutico agora vai ter que buscar a recuperação em dois jogos fora de casa, contra o CRB (8) e Bahia (11).
LEIA MAIS:
O JOGO
Após um início de jogo tão nublado quanto a tarde de sábado na Arena Pernambuco, o Náutico foi acordando e as chances começaram a aparecer. Em 20 minutos de partida, o Timbu já tinha chegado com pelo menos três jogadas de perigo. A primeira e mais clara, com Fabiano Eller escorando “no susto” um rebote concedido pelo goleiro Rafael. Em seguida, Guilherme invadiu a área e chutou cruzado, mas errou o alvo. Pouco tempo depois, foi a vez de Marino concluir um cruzamento quase na pequena área, mas a bola explodiu na defesa.
Quando conseguia passar do meio-campo, o Macaé seguia de forma desarticulada e sem apresentar muito perigo, deixando o Náutico tranquilo para jogar. Em 30 minutos de jogo, os cariocas não chutaram uma única bola em gol.
Enquanto isso, o Náutico seguia a sua blitz, tentando aproveitar os vários espaços que a defesa do Macaé concedia. Numa jogada até curiosa, Hiltinho errou um chute, mas a bola acabou sobrando para ele mesmo, que teve a chance de abrir o placar, já na pequena área. A carga alvirrubra continuou com chegadas mais frequentes pela direita, porém sem resultado efetivo, pois quase sempre Douglas seguia a sina de “atacante solitário” na área, quase sempre com marcação dupla.
Como o pessoal da frente não estava resolvendo, coube a um homem da defesa abrir o placar para o Náutico. Fabiano Eller tentou duas vezes, em duas cobranças de escanteio. Na primeira, a cabeçada dele resvalou nas costas do adversário e foi para linha de fundo. Na cobrança imedita, o xerife alvirrubro apareceu de surpresa para, com os pés, escorar para o gol, aos 40 de jogo.
O atacante Douglas, que até então no jogo só tinha participado num lance duvidoso de pênalti em cima dele, teve a chance de ampliar o placar ainda no primeiro tempo. Ele recebeu a bola na área, matou bonito no peito, mas chutou no zagueiro.
Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
O Macaé voltou mudado, com Dos Santos na vaga de Wagner e, coincidência ou não, um pouco mais saidinho na partida, arriscando-se no ataque. Em contrapartida, havia espaço para o Náutico contra-atacar. Logo no reinício do jogo, Douglas ia invadir sozinho a área, quando foi derrubado pelo zagueiro Thiago Cardoso. Ficou só no amarelo. Na cobrança, Pedro Carmona caprichou e a bola passou perto.
Foi o último lance de um apagado Pedro Carmona no jogo. Gil Mineiro ensacou a camisa e o substituiu.
O jogo entrou numa zona morta, mas perigosa para o Náutico, que parecia ter o controle do jogo, mesmo com o Macaé menos recuado na partida. A sensação de segurança foi por água abaixo aos 34 minutos, quando num apagão defensivo, os alvirrubros apenas assistiram o zagueiro Brinner, totalmente sem querer, escorar a bola com a coxa para dentro do gol, empatando o jogo.
Com pouco tempo para reagir, o Náutico foi para o abafa. E quase consegue nova vantagem, numa jogada entre Douglas e Hiltinho, que encobriu o goleiro. Teimosamente, a bola bateu no travessão. Foi a última das várias chances criadas pelo Timbu, que com o tropeço saiu do G4.
Náutico tropeça no Macaé e deixa o G4
Náutico tropeça no Macaé e deixa o G4
FICHA DO JOGO
Náutico: Júlio César; Guilherme, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón Filgueira; João Ananias, William Magrão (Renato), Marino (Fillipe Soutto) e Hiltinho; Pedro Carmona (Gil Mineiro) e Douglas. Técnico: Lisca.
Macaé: Rafael; Henrique, Brinner, Thiago Cardoso e Diego; Gedeil, Pipico, Juninho e Marquinho (Éberson); Anselmo (Jones) e Wagner (Dos Santos). Técnico: Marcelo Cabo.
Cartões amarelos: Gastón Filgueira, Pipico, Gedeil e Thiago Cardoso e Wagner. ExpulsõesGols: Fabiano Eller (40 do 1º), Briner (34 do 2º). Renda: R$ 109.550,00 Público: 6.570 torcedores. Árbitro: Luiz Cesar Magalhães (CE).Assistentes: Armando Souza e Arnaldo Souza (ambos do CE).

Pesquisa aponta que 90% dos brasileiros têm receio de envelhecer


Imagem de mãos de uma senhora (Foto: Free Images)
No total, 989 pessoas, entre 18 e 61 anos, foram entrevistadas em todas as regiões do País. Apenas 9% dos entrevistados afirmaram que não têm receio de envelhecer e 1% não soube responder (Foto: Free Images)
Desenvolver problemas de saúde, ter que lidar com a solidão e conviver com dificuldades de memória ao longo dos anos são alguns dos principais medos da população no que diz respeito ao envelhecimento. Esses fatores são apontados em pesquisa inédita, intitulada Como os brasileiros encaram o envelhecimento, idealizada pela Pfizer e realizada pelo Instituto QualiBest. No total, 989 pessoas, entre 18 e 61 anos, foram entrevistadas em todas as regiões do País. Apenas 9% dos entrevistados afirmaram que não têm receio em relação ao envelhecimento e 1% não soube responder.
Outros temores associados ao envelhecimento apontados pela pesquisa são as preocupações financeiras, aspecto ressaltado por 52% dos entrevistados, e o distanciamento dos familiares, resposta dada por 37% dos ouvidos. A possível diminuição da atividade e do desejo sexual também aparece como motivo de preocupação, sobretudo entre os homens. Em geral, as diferentes percepções de envelhecimento ficam mais evidentes quando se analisa as respostas dos entrevistados considerando o recorte por faixa etária. O medo da solidão e de apresentar problemas de memória, por exemplo, são receios muito mais associados aos mais jovens do que à população mais madura.
A preocupação com a saúde aparece novamente como o aspecto mais lembrado quando se pergunta quais são os itens mais importantes na idade atual do entrevistado. Para a maioria, o essencial realmente é ter boa saúde, mas os jovens são os que menos se preocupam com esse fator. Os outros dois itens mais escolhidos foram segurança financeira e paz interior. Poder viajar e ter boa aparência também aparecem entre os itens.
O cuidado com a saúde, especialmente de forma preventiva, é também o item mais associado à longevidade na visão de 39% dos entrevistados. Os outros aspectos mais lembrados para quem quer envelhecer bem foram ter uma alimentação saudável (36%), praticar atividade física (35%) e dar atenção à saúde mental (30%).
As percepções do brasileiro sobre os cuidados com a saúde mostram que a maioria dos entrevistados concorda com a ideia de que é necessário preocupar-se com a alimentação e fazer os exames médicos de rotina desde cedo, entre os 18 e os 25 anos. Por outro lado, na prática, essa é a faixa etária que menos cuida da saúde preventiva: apenas 35% dos entrevistados o fazem, porcentagem que sobe para 47% entre as pessoas de 36 a 50 anos e chega a 59% naquelas com mais de 51 anos.
A pesquisa faz parte da campanha Envelhecer Sem Vergonha – qualidade de vida não tem idade, iniciativa da Pfizer que propõe uma conversa franca e bem-humorada sobre o tema. “Realizamos esse levantamento para entender melhor como o brasileiro enxerga o envelhecimento, tendo em mente que essa discussão se torna cada vez mais prioritária em uma sociedade que envelhece em ritmo acelerado. Ao detectar os principais mitos sobre a longevidade, é possível trazê-los para o debate e contribuir para uma maior reflexão”, diz o diretor médico da Pfizer, Eurico Correia.

CHACINA LAJEDO : Quatro homens são mortos a tiros em um bar


LAJEDO: A noite desta sexta-feira 31 de Julho foi marcada pela violência em Lajedo no Agreste Meridional de Pernambuco. 
Três homens bebiam no bar do Dal no Sítio Jureminha, nas proximidades da PE-180, quando dois elementos possivelmente encapuzados chegaram ao local que é pouco habitado e efetuaram vários disparos de arma de fogo possivelmente revólver calibre 38. 
Duas vítimas morreram no local, elas foram identificadas como sendoJeferson Vieira Cirilo de 19 anos eMateus da Silva Ferreira de 17 anos (FOTO AO LADO), os dois ainda tentaram correr ficando um morto entre a parede e uma mesa do bar e o outro em uma parte usada como cozinha.

As outras vítimas foram o dono do bar identificado como Leonaldo Luís da Silva de 47 anos “Dal” (FOTO AO LADO), ele era deficiente de uma perna, chegou a ser socorrido pelo sobrinho para o Hospital Maria da Penha e veio a óbito ao receber os primeiros socorros, a outra vítima José Leandro Siqueira da Silvade 25 anos, também foi socorrido em estado grave para o mesmo hospital de onde foi transferido para o Hospital Regional do Agreste em Caruaru e morreu nas proximidades do trevo de acesso ao município de Ibirajuba na BR-423.
Além do bar no local funcionava uma rinha de galo e era frequentado por elementos que segundo informações são suspeitos de ações criminosas em Lajedo, a moto de cor branca estava com a placa levantada um sinal de ser utilizada para pratica de crimes, a outra moto Bros também estava no local e não foi informado de quem seria, os corpos foram encaminhados para a sede do instituto de medicina legal em Caruaru, com esse subiu para 14 o número de pessoas assassinadas este ano em Lajedo. (FONTE: Blog Agreste Violento)

TAQUARITINGA: Vice-Prefeito Lero é baleado em tentativa de assalto


A onda de violência que vem aterrorizando Taquaritinga do Norte parece não ter mais fim. 
Na noite deste sábado (01), o vice-prefeito de Taquaritinga do Norte,Ivanildo Mestre Bezerra, mais conhecido por Lero, foi baleado em uma tentativa de assalto ocorrida na BR-104, nas imediações do Trevo de Pão de Açúcar, distrito do município. Segundo informações preliminares, Lero foi abordado por duas pessoas que estavam de moto e anunciaram o assalto e ao tentar retirar um aparelho celular do bolso, o assaltante se assustou e efetuou um disparo contra ele, que o atingiu transfixando o braço esquerdo.

Lero foi socorrido até o Hospital Raymundo Francelino Aragão, em Santa Cruz do Capibaribe onde foi prestado o atendimento emergencial e, embora passe bem, sem apresentar risco de morte, será transferido para um hospital em Recife onde a lesão provocada pelo disparo será melhor avaliada. Em breve maiores informações. Fonte: Blog Elisberto Costa

sábado, 1 de agosto de 2015

Cobrança extra na conta de luz continua em agosto, diz Aneel


Da Agência Brasil
Em agosto, os consumidores vão pagar novamente um adicional de R$ 5,50 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) de energia consumidos / Foto: Reprodução
Em agosto, os consumidores vão pagar novamente um adicional de R$ 5,50 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) de energia consumidosFoto: Reprodução
Em agosto, os consumidores vão pagar novamente um adicional de R$ 5,50 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) de energia consumidos. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta (31) que a bandeira tarifária vermelha estará em vigor no período.
O sistema de bandeiras tarifárias permite a cobrança de um valor extra na conta de luz, de acordo com  o custo de geração de energia. Em julho, a bandeira também foi vermelha, por causa do uso intenso da energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a gerada por usinas hidrelétricas.
Com as cores verde, amarela e vermelha, as bandeiras servem para indicar as condições de geração de energia no país. Se for um mês com poucas chuvas, os reservatórios das hidrelétricas estarão mais baixos, por isso, será necessário usar mais energia gerada por termelétricas.

Segundo a Aneel, com o sistema de bandeiras tarifárias, o consumidor poderá identificar qual a bandeira do mês e reagir a essa sinalização com o uso inteligente da energia elétrica, sem desperdício.
A bandeira verde significa que os custos para gerar energia naquele mês foram baixos, portanto, a tarifa de energia não terá acréscimo. Se a conta de luz vier com a bandeira amarela, a tarifa de energia terá acréscimo de R$ 2,50 para cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha mostra que o custo da geração naquele mês está mais alto, com maior acionamento de termelétricas, e haverá adicional de R$ 5,50 a cada 100 kWh.

Vitória para fincar os pés do Náutico ainda mais no G4


Foto: André Nery/JC Imagem
Foto: André Nery/JC Imagem
Se fora de casa o Náutico anda para lá de esquisito, o Timbu tenta manter o poder de fogo na Arena Pernambuco e fincar os pés cada vez mais fortes no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B. O adversário da vez e o Macaé, neste sábado (1), às 16h30, pela 16ª rodada.
Jogando na Arena, o Náutico ainda não sabe o que é perder no Brasileiro: são sete vitórias e um só empate.
Apesar da fraca atuação que culminou com a derrota para o Paraná por 2×0, na última rodada, o Náutico foi ajudado na rodada por outros resultados e se manteve no G4, em quarto lugar, com 27 pontos. A derrota porém encurtou a distância das demais equipes e os três pontos neste sábado são vitais para manter o Timbu na zona de conforto da Segundona.
O adversário, o Macaé, atualmente é o oitavo colocado, com 23 pontos, e é um dos que desejam vencer para não perder contato com o G4.
Ao contrário do que costuma fazer, o técnico Lisca definiu antecipadamente o time que enfrenta o Macaé. Após cumprir (mais uma) suspensão, Gastón Filgueira volta à lateral esquerda, enquanto Pedro Carmona ganha vaga no time, recolocando Gil Mineiro no banco.
Além das duas modificações, a equipe será a mesma que perdeu para o Paraná, com Douglas sendo o único atacante do time, contando com as subidas de Hiltinho e, agora, de Carmona para não deixá-lo tão só quanto contra os paranaenses.
O técnico do Macaé, Marcelo Cabo, acredita que por vir de uma derrota o Náutico vai se lançar pela frente e quer o time fechadinho e explorando o contra-ataque. O treinador ainda não sabe se contará com Douglas Assis e Marquinho, com problemas na panturrilha e na coxa, respectivamente.
FICHA DO JOGO – NÁUTICO X MACAÉ
Náutico Júlio César; Guilherme, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón Filgueira; João Ananias, William Magrão, Marino, Hiltinho e Pedro Carmona; Douglas. Técnico: Lisca.
Macaé: Henrique; Bruno Barra, Eduardo Luiz, Ciro e Bill; Gedeil, Osmar, André Gomes (Romário ou Mossoró) e Tiago Lima (Rincón ou Gustavinho); Pipico e Hyantony (Robson).
Série B (16ª rodada). Local: Arena Pernambuco. Horário: sábado, às 16h30. Árbitro: Luiz Cesar Magalhães (CE).Assistentes: Armando Souza e Arnaldo Souza (ambos do CE).

Enem tem 7,7 milhões de inscrições confirmadas; número é 11,2% menor que de 2014


Da Agência Brasil
 / Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
O número de candidatos que confirmaram a inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 soma 7.746.057, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A quantidade corresponde aos isentos e àqueles que pagaram a inscrição de R$ 63 dentro do prazo. No total, 8.478.096 fizeram a inscrição, mas 732.039 não pagaram a taxa.

Em relação ao ano passado, o número de inscritos confirmados apresentou queda de 11,19%, primeiro recuo desde 2008. Em 2007, houve redução de inscritos na comparação com 2006. Desde então, o número de inscritos vinha aumentando ano a ano
A maioria dos candidatos que farão o exame é isenta de pagamento, 5,76 milhões. A Região Sudeste concentra o maior número de inscritos, 2,8 milhões, seguida pelo Nordeste, com aproxidamadamente 2,5 milhões. No Sul, foram feitas 916 mil inscrições; no Norte, 818 mil; e no Centro-Oeste, 703 mil.
A queda já havia sido constatada na divulgação das inscrições totais. Na ocasião, uma das hipóteses levantadas pelo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, é que caiu o número daqueles que não têm certeza de que farão o exame. Isso porque a pasta estebeleceu que os isentos que não fizerem o exame este ano e deixarem de justificar a ausência perderão o direito à isenção em 2016.
No ano passado, dos 8,7 milhões de inscritos, cerca de 6,2 milhões fizeram a prova.
Neste ano, as provas serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro. O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão terminando o ensino médio ou que já concluíram essa etapa de ensino em anos anteriores. Estudantes que não terminarão o ensino médio este ano podem fazer o exame como treineiros, ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas de acesso ao ensino superior.
Para ajudar os candidatos a se preparar para o Enem, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) preparou o aplicativo Questões Enem, que reúne todas as questões, desde a edição de 2009. No sistema, é possível escolher as áreas de conhecimento que se quer estudar. O acesso é gratuito.

Pernambuco terá estiagem de três meses, afirmam meteorologistas


Do NE10
Período compreende aos meses de agosto, setembro e outubro de 2015 / Foto: Reprodução
Período compreende aos meses de agosto, setembro e outubro de 2015Foto: Reprodução
Pernambuco passará por um período de estiagem nos meses de agosto, setembro e outubro deste ano. A conclusão foi divulgada nesta semana após reunião do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/CPTEC).

Esse diagnóstico climático foi feito após análises das condições regionais da pluviometria e globais dos oceanos e da atmosfera, assim como os resultados de modelos numéricos de previsão climática sazonal.
A probabilidade é de que nesse período de três meses ocorram chuvas com  frequência que devem variar de "normal" a "abaixo da média" para o setor Leste do Estado de Pernambuco, que compreende as mesorregiões do Agreste, Zona da Mata e Litoral.
Os cientistas que participaram da análise consideram a estiagem como abaixo da média 35% das precipitações esperadas, na categoria normal 40% e na categoria acima da normal (25%).
No Sertão de Pernambuco as chuvas permanecem com a previsão de normalidade esperada para o período.
"Com o aquecimento da temperatura da superfície do mar no Oceano Pacífico e o enfraquecimento dos ventos alísios, a configuração do fenômeno El Niño se mantém, desfavorecendo as chuvas na Região Nordeste do Brasil”, explicou o meteorologista do Itep e coordenador técnico do Lamep, Wanderson Santos.

Cinquentinhas finalmente emplacadas em Pernambuco


As polêmicas cinquentinhas serão, finalmente, regulamentadas. Após uma lei publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (31), os ciclomotores comprados deverão sair da loja já emplacados, assim como os carros e as motocicletas. Os condutores deverão ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A e o Cerificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), quem adquiriu veículos até essa quinta (30) deverá apresentar a habilitação na categoria A e a nota fiscal do veículo até que seja publicada uma resolução que determine os prazos para a regulamentação deles. "A lei não pode retroagir para prejudicar ninguém", explica o diretor-presidente do órgão, Charles Ribeiro.
 

O gestor, no entanto, ressalta que os documentos já deveriam ser apresentados antes da lei, o problema é que a fiscalização não era eficiente. Agora, além da ação nos municípios, o Detran-PE vai redobrar a atenção das operações Lei Seca e Trânsito Seguro para as cinquentinhas.

A capital pernambucana, Recife, tinha uma lei para regularizar a circulação das cinquentinhas desde novembro de 2013, mas o processo se arrastava desde então e o registro nunca foi verdadeiramente exigido. A cidade era a única na Região Metropolitana a ao menos ter iniciado o procedimento - Jaboatão dos Guararapes e Olinda, por exemplo, ainda estavam elaborando uma lei para ser encaminhada a votação na Câmara Municipal. Caruaru, no Agreste, chegou a registrar três ciclomotores e Petrolina, no Sertão, iniciou o cadastro, mas também sem sucesso.

Diante disso, o Detran-PE e os departamentos dos outros estados pressionaram o órgão nacional, ligado ao Ministério das Cidades, para que exercer força política para agilizar a tramitação de um projeto de lei antigo que transferia a responsabilidade para o âmbito estadual. O PL 13.154/15 foi aprovado no Senado na última quarta-feira (29) e sancionada pela presidente Dilma Rousseff (PT) no dia seguinte.

Na prática, o que muda é o inciso 17 do artigo 24 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Esse ponto dizia que compete aos municípios registrar e licenciar ciclomotores e veículos propulsão humana e tração animal. Porém, a palavra "ciclomotores" foi retirada. "Não tem sentido colocar ciclomotores no meio disso", defende Ribeiro. 

Apenas a fiscalização continuará sendo feita pelos municípios. No Recife, pela Companhia de Trânsito e Transito Urbano (CTTU).
Para o Detran-PE, a medida tornará o trânsito mais seguro. Ainda não há registros sobre o número de acidentes envolvendo as cinquentinhas. Os motociclistas, categoria em que os pilotos de ciclomotores estão agora, foram 75% das vítimas de acidentes no ano passado, de acordo com a Secretaria da Saúde. Ao todo, o Estado gastou mais de R$ 1,2 bilhão com a recuperação dos feridos, o que equivale a R$ 230 mil por cada um deles.