sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Ex-governador do Paraná, Beto Richa é preso de novo em desdobramento da Lava Jato


Richa foi detido por volta das 7h, em sua casa, em Curitiba. A prisão foi decretada a pedido do Ministério Público Federal do Paraná



O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi alvo de um novo mandado de prisão preventiva nesta sexta-feira (25), decretado pela Justiça Federal do Paraná.

Ele é investigado na chamada Operação Integração, deflagrada no ano passado no âmbito da Lava Jato e que investigou a concessão de rodovias federais no estado. A investigação está sob a responsabilidade do juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba.

Richa foi detido por volta das 7h, em sua casa, em Curitiba. A prisão foi decretada a pedido do Ministério Público Federal do Paraná. O tucano deixou o governo do Paraná em abril do ano passado e perdeu a eleição para o Senado.

Ele já havia sido preso no ano passado, por quatro dias, em meio à campanha eleitoral, numa investigação do Ministério Públicoestadual sobre supostos desvios em um programa do governo. Na época, ele foi solto por ordem do STF (Supremo Tribunal Federal).

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.