quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Pressão regional começa a surtir efeito



A criação de uma equipe interministerial para tratar sobre as demandas do Nordeste é vista como uma resposta do governo Jair Bolsonaro à pressão dos governadores e parlamentares da região. De Pernambuco, por exemplo, houve a solicitação de audiência do governador Paulo Câmara (PSB) com o novo presidente e o anúncio da criação de uma Frente Parlamentar em Defesa do Nordeste, iniciativa do deputado federal Danilo Cabral (PSB).
Segundo informações do Palácio do Planalto, o grupo dará atenção especial a educação, saneamento, saúde e irrigação na região. “Esperamos que realmente apresentem ações e projetos que falem para o desenvolvimento do Nordeste, embora falte à equipe um representante com sensibilidade para o atendimento dos interesses da região”, afirmou o parlamentar. Ele frisou que seu partido, o PSB, não fará uma oposição inconsequente, de maneira a inviabilizar o governo. “Faremos uma oposição responsável, ponderada, defendendo os interesses do país e, principalmente, do Nordeste e de Pernambuco”, acrescentou.
Na manhã de hoje, o governador Paulo Câmara, numa prévia do encontro da executiva nacional do PSB em Brasília amanhã, reuniu os deputados federais eleitos pelo partido – João Campos, Danilo Cabral, Felipe Carreras e Tadeu Alencar. Trataram sobre a pauta do estado no Congresso Nacional e junto ao novo governo.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.