sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Detran orienta sobre proteção contra o cerol para motociclistas


Em ação que acontece nesta sexta-feira (16), são distribuídos materiais informativos e é feita a instalação gratuita de antenas corta-pipa para motocicletas




Uma brincadeira que pode resultar em fatalidades. O uso de cerol nas linhas de pipas, ou papagaios, representa um perigo para motociclistas e ciclistas. Com o intuito de conscientizar a população sobre os perigos do uso do cerol e da linha chilena, o Detran realizou, nesta sexta-feira (16), uma ação na Avenida Agamenon Magalhães, na região central do Recife.

Na ação, que ocorre durante esta manhã, até 13h, estão sendo oferecidos materiais informativos e a instalação gratuita de antenas corta-pipa nas motos. As antenas, que previnem o acontecimento de acidentes do tipo, são equipamentos instalados no guidão dos veículos que evitam o choque das linhas com os motociclistas.

Leia também:
Detran-PE encerra campanha Maio Amarelo no Recife
Com a volta às aulas, CTTU orienta motoristas sobre o que muda no trânsito


De acordo com Stephan Araújo, agente e instrutor de trânsito do Detran, as ações da campanha se intensificam nas temporadas em que as pipas, uma brincadeira barata e divertida, voltam a ser utilizadas. “Nessa época do ano, os ventos estão fortes e as crianças e adolescentes retomam as brincadeiras com pipas. Infelizmente, alguns passam cerol, ou a linha chilena, nas linhas, o que pode vitimar pessoas inocentes”, disse Araújo. Segundo o Detran, a utilização da antena corta-pipa é obrigatória somente para motos com placas vermelhas (motofretes ou mototáxis).

“Com as antenas os motociclistas podem sair às ruas com um pouco mais de tranquilidade, porque o contato com o cerol pode causar acidentes graves e, em casos extremos, a morte”, complementou o agente.

Sobre os perigos que o uso do cerol pode causar, o cirurgião geral do Hospital da Restauração (HR), Roberto Natanael, afirmou que, apesar de as lesões causadas pelo cerol serem graves, esses tipos de acidentes podem ser ser prevenidos. “Os cortes podem causar danos irreversíveis nos motociclistas. O HR já atendeu pacientes atingidos por essas linhas, apesar de não ser algo frequente”, afirmou o cirurgião.

A blitz chamou a atenção de vários motociclistas que passavam na avenida. Um deles, Marvyson Rodrigues, aproveitou para fazer a instalação gratuita da antena. "Saio de casa todos os dias de moto, estava vindo pro trabalho e parei para aproveitar a antena. Eu iria comprar, pois já tive colegas da vizinhança que se cortaram com o cerol", disse o motoqueiro, que divulgou a iniciativa para outros colegas.

O promotor de vendas Beneildo Marques já foi vítima de uma linha com cerol. O motociclista conta que foi atingido no capacete enquanto passava no viaduto da Via Mangue. Segundo ele, a antena evitou que acontecesse um acidente. "Saio de moto todos os dias, faz tempo que só ando com antena", disse Beneildo.

Em Pernambuco, o uso do cerol, substância feita a partir de uma mistura de cola e vidro moído, é proibido por lei desde 2001, entretanto, o cerol continua sendo utilizado. Além de motociclistas, as linhas também podem surpreender pedestres e ciclistas, mas, no caso das motocicletas, o tempo de reação costuma ser menor.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.