sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Erem do Cabo de Santo Agostinho disponibiliza prática de Yoga para estudantes


Há seis meses, o Yoga integra como eletiva na Escola de Referência do Ensino Médio (Erem) do Cabo de Santo Agostinho



Foi logo após uma de suas provas que Samara Alves, de 17 anos, viveu mais um dos episódios de arritmia cardíaca. A ansiedade provocada pela rotina agitada do ensino médio, somada à tendência familiar, geravam picos de estresse na estudante do segundo ano, que perdeu a conta das vezes em que passou mal. Há seis meses, ela integrou a disciplina eletiva de yoga da Escola de Referência do Ensino Médio (Erem) do Cabo de Santo Agostinho. “Hoje consigo controlar a ansiedade. Quando começo a passar mal, paro, respiro e fico bem comigo”, comemora.

Desde 2018, a instituição deu início à prática de disciplinas eletivas, quando os alunos podem escolher as aulas de acordo com suas afinidades e interesses. A inserção das optativas na grade curricular é exclusiva em escolas de tempo integral de Pernambuco e foi proposta pelo Governo do Estado. As sugestões de atividades são dos professores de cada unidade escolar. “Há mais de dez anos faço yoga e já tinha o desejo de apresentar a prática para os alunos. Então, decidi aliar as duas coisas”, conta a professora criadora desta eletiva, Carmen Aguiar.

Quando Carmen iniciou a primeira turma de yoga, eram 25 alunos. Hoje, são 35 e há lista de espera. No local, a gestão reservou uma sala, colocou ar-condicionado e investiu em tapetes apropriados para a prática. Com o sucesso da disciplina, a instituição considera ampliar para duas turmas e desenvolver a atividade também para as turmas concluintes. “Os estudantes dos terceiros anos passam pelas pressões do Enem e das provas externas. É importante desenvolver esse trabalho de respiração e postura com os demais”, reflete a assistente de gestão da Erem do Cabo de Santo Agostinho, Tereza Carvalho. 

O estudante Paulo Henrique, 16, foi um dos primeiros a integrar a disciplina, ainda no início ano passado. Desde o nascimento, ele sofria com crises de asma. “Quando comecei senti as crises aliviar. Até minha mãe percebeu. A yoga é ótima para a saúde e também me ajudou no dia-a-dia escolar”, conta. Além da saúde, a técnica também ajuda os estudantes a lidar com os dilemas da adolescência.

“Tenho muita dificuldade para falar com as pessoas ou em público. Com o tempo e o meu descobrimento interior, passei a lidar melhor comigo mesma. Parei de me cobrar e culpar tanto por questões do cotidiano e entendi que não é minha culpa, que posso lidar aos poucos com esses processos, ao invés de mudar de vez”, conta Julhia Thainally, 16. “Um pouco da confiança, que eu não conseguia acessar, consegui encontrar na yoga. Ajudou a me concentrar nos estudos e até lidar com meu corpo”, conclui Dilliane Lizandra, 17.


Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.