terça-feira, 3 de setembro de 2019

Melhor mandante da Série C, Náutico encara visitante indigesto


Paysandu é o clube que mais somou pontos fora de casa no torneio. São quatro vitórias, quatro empates e uma única derrota (59,3%).



Qual o tamanho da vantagem do Náutico para o jogo da volta pelas quartas de final da Série C 2019? O técnico Gilmar Dal Pozzo comemorou o empate em 0x0 com o Paysandu, no Mangueirão, na primeira partida, mas manteve os pés no chão. A cautela tem fundamento. O Timbu tem ótimo retrospecto como mandante no torneio, mas o Papão é um visitante indigesto. E nem sempre empatar a primeira longe de seus domínios é sinônimo de acesso.

O Náutico é o melhor mandante da Série C. Em nove jogos, a equipe venceu seis, empatou dois e perdeu um, com um aproveitamento de 74%. Foram cinco triunfos seguidos. Em compensação, o Paysandu é o visitante que mais somou pontos no torneio. São quatro vitórias, quatro empates e uma única derrota (59,3%).

"Está tudo em aberto. O Paysandu tem uma bela equipe, sabe jogar fora de casa, faz marcação forte e têm jogadores de qualidade. Precisamos jogar de forma inteligente para não proporcionar o contra-ataque", explicou o técnico do Náutico, Gilmar Dal Pozzo. Conseguir um empate fora de casa é teoricamente um resultado positivo. Mas, no histórico da Série C, teve time que conseguiu essa proeza três vezes e, quando decidiu a classificação em seu reduto, fracassou.

Em 2012, 2014 e 2016, o Fortaleza chegou até as quartas de final e empatou os jogos de ida diante de Oeste (1x1), Macaé (0x0) e Juventude (0x0), respectivamente. Na volta, foi derrotado por 3x1 para os paulistas e ficou por duas vezes no 1x1, ante cariocas e os gaúchos. Na época, a Série C adotava o gol fora de casa como fator de classificação, critério esse que saiu do regulamento em 2018. 

Outros casos servem de parâmetro positivo. Em 2015, o Londrina subiu para a Série B após empatar em 0x0 com o Confiança, no Batistão. No segundo jogo, no estádio do Café, os paranaenses venceram por 1x0. No ano seguinte, novos empates sem gols na ida e triunfo na volta. O ABC segurou o placar em branco em Ribeirão Preto, perante o Botafogo/SP, e ganhou por 1x0, em Natal. Situação idêntica a do Boa Esporte/MG, que precisou de uma vitória simples em Varginha para eliminar o Botafogo/PB.

Leia também:

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.