segunda-feira, 2 de setembro de 2019

O equilíbrio entre o uso de suplementos e a boa alimentação


Especialista explica a diferença entre uso de suplementos e o consumo de frutas, hortaliças e grãos e a relação com a absorção das vitaminas



Em meio à rotina cada vez mais agitada do dia a dia, tem sido comum a falta de cuidado com uma alimentação rica, que contenha todas as propriedades necessárias para o equilíbrio do corpo humano. Em consequência disso, tem crescido o número de fast-foods espalhados nas grandes cidades. 

Com destaque, farmácias exibem, a cada esquina, suplementos que prometem auxiliar na perda ou ganho de peso, além de complexos de vitaminas que podem - e deveriam - ser absorvidas no consumo de frutas, hortaliças e grãos integrais. 

“O corpo tem preferências. Ou melhor, afinidade, como dizemos. Há pessoas que tomam suplementos vitamínicos para suprir uma deficiência de complexo B ou ferro, quando essas propriedades têm melhor aproveitamento através da comida”, aponta o nutricionista Sérgio Pimentel. No caso do ferro, por exemplo, a absorção do nutriente é potencializada quando somada ao consumo de alimentos que contenham a vitamina C, presente em legumes como tomate, brócolis, couve-folha e rúcula, e no abacaxi, goiaba, manga e em frutas cítricas. 

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.