terça-feira, 26 de novembro de 2019

Técnico-administrativos da UFPE e UFRPE paralisam por 48 horas


A ação é realizada nestas terça e quarta-feiras e faz parte de uma mobilização nacional em protesto contra as reformas do governo federal

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

os técnico-administrativos em educação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Federal Rural (UFRPE) iniciam a partir desta terça-feira (26) uma greve de 48 horas. A ação faz parte de uma mobilização nacional em protesto contra as reformas do governo federal. A paralisação também alcança os campi de Vitória de Santo Antão e Caruaru da UFPE. Nas instituições haverá ações junto a comunidade acadêmica.

Nesta terça-feira, a partir das 7h, os trabalhadores estarão realizando panfletagem entre os carros, na entrada principal da UFPE, em seguida realizam debates e plenárias no auditório do Departamento de Hotelaria da instituição de ensino superior. A paralisação segue orientação nacional da Federação dos Sindicatos de Trabalhadores Técnico-administrativos em Instituição de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra).

De acordo com a Fasubra, uma das medidas do governo federal veda o aumento de despesa com pessoal, inclusive o aumento de vantagem, auxílio, bônus, abono, verba de representação e benefício de qualquer natureza.

"Outros dispositivos impedem reajustes salariais, criação de cargo, emprego ou função que implique aumento de despesa; alteração de estrutura de carreira que implique aumento de despesa; admissão ou contratação de pessoal, a qualquer título; realização de concurso público; e criação de despesa obrigatória; entre outros", diz comunicado publicado no site da Federação.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.