segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Justiça manda retirar ofensas contra Fernando Rodolfo das redes sociais



Uma decisão da primeira vara cível de Caruaru, determinou no início da noite desta sexta-feira (13), a retirada de um vídeo gravado por um homem identificado como Abimael Santos, de Toritama, com acusações contra o deputado federal Fernando Rodolfo que foi divulgado nas redes sociais.

No vídeo, Fernando Rodolfo é chamado de “canalha e bandido”, por, segundo o morador de Toritama, ter votado a favor do aumento do fundo eleitoral que retirou dinheiro da saúde”. A defesa do deputado alegou ao poder judiciário que a informação repassada no vídeo é uma fake news, uma vez que o assunto sequer foi apreciado pelo plenário do Congresso Nacional. “A única votação que aconteceu relacionada a esse assunto foi na comissão mista de orçamento e o deputado Fernando Rodolfo não faz parte dela, logo não poderia ter votado essa matéria”, disse a defesa.

A juíza Ana Roberta Souza, que apreciou o pedido, deu um prazo de 24 horas para o réu e o facebook promoverem a retirada do vídeo das redes sociais, sob pena de um pagamento de multa diária no valor de R$ 3 mil reais. Além do pedido de liminar, a defesa do parlamentar também solicitou indenização por danos morais e demandou à Polícia Federal abertura de inquérito pelos crimes de injúria e difamação.

Outro caso de ofensa contra o deputado Fernando Rodolfo também está sendo analisado pela justiça em Caruaru, que deverá tomar uma decisão a qualquer momento. Fernando foi às redes sociais comemorar a primeira liminar. “Sempre primei pela liberdade de expressão. Mas nesse caso eles ultrapassaram o limite e partiram pra a ofensa pessoal. Rede social não é terra sem lei. É preciso saber usar com responsabilidade e respeito aos outros”, disse o deputado.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.