quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Santa vira contra o Retrô e se isola na liderança


O Tricolor levou um susto no primeiro tempo, mas na segunda etapa se recuperou e conseguiu virar a partida para 2x1, contra a Fênix, candidato a time surpresa do Campeonato Estadual

Mayco Félix, atacante do Santa Cruz
Equilíbrio. Essa foi a palavra que definiu o inédito embate entre Retrô x Santa Cruz. Em jogo de bastante marcação, o Santa Cruz saiu em desvantagem, mas se recuperou e venceu de virada a Fênix de Camaragibe por 2x1, nesta terça-feira, nos Aflitos, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano. O alívio do triunfo foi grande para os tricolores, que, com o resultado, abriram boa vantagem na liderança do Estadual, com seis pontos.
Sem surpresas, o Santa Cruz entrou na partida com a mesma formação que encarou o Petrolina no último sábado. Mesmo com Fabiano já regularizado, o técnico Itamar Schulle precisou improvisar mais uma vez na lateral esquerda, obrigando Feliphe Gabriel, zagueiro de origem, a assumir papel de ‘multiuso’ na equipe coral neste início de temporada. Já o técnico Rômulo Oliveira optou por entrar com Gustavo no lugar de Mathaus, também na lateral esquerda.
O investimento milionário da Fênix de Camaragibe, forte candidata a levantar a taça do Estadual, parecia surtir efeito. O time soube ocupar bem os espaços do campo, mostrou velocidade e - em boa parte do primeiro tempo - apresentou consciência em relação ao que precisaria tomar para sair em vantagem na partida. Isso foi demonstrado pela personalidade imposta pela equipe auriazul. E foi seguindo essa filosofia que Janderson lançou na área e Jaildo, de prontidão e sem grande esforço, cabeceou sozinho e abriu o placar para a Fênix.
A dificuldade foi grande. Com os espaços reduzidos, o Santa apostou na troca de passes para tentar infiltrar a forte linha de frente montada pelo Retrô. E, de tanto insistir, a Cobra Coral foi recompensada, mas na bola parada. Aos 15 minutos da etapa final, Jeremias cobrou escanteio e Danny Morais subiu absoluto para igualar o marcador. A euforia foi tanta que o zagueiro comemorou o gol como se fosse o primeiro de sua carreira.
Não demorou muito para torcida tricolor soltar o grito de novo. Aos 20 minutos do segundo tempo, Paulinho recebeu na lateral, ajeitou e cruzou na grande área. Bem posicionado, Mayco Félix, que entrou no lugar de Patrick, se adiantou e virou para os corais com um golaço de letra. Com a partida controlada, o Santa diminuiu o ritmo e apenas esperou o apito final para comemorar a segunda vitória no ano.
Ficha técnica
Santa Cruz 2
Maycon; Júnior, Danny Morais, William Alves e Feliphe Gabriel (Toty); Bileu, Paulinho (Ítalo Henrique) e Jeremias; Augusto Potiguar, Patrick (Mayco Félix) e Pipico. Técnico: Itamar Schülle
Retrô 1
Jean; Gustavo (Léo Cotia), Marlon, Marcelo e Tiago Costa; Jaildo (Moreilândia), Serginho Paulista, Anderson Paraíba (Thiaguinho), Fabiano, Janderson, Willian Lira. Técnico: Rômulo Oliveira

Local: Aflitos (Recife/PE)
Árbitro: Gilberto Castro Júnior
Assistentes: Ricardo Chianca e Dhiego Cavalcanti
Gol: Jaildo (R) (aos 14’ do 1ºT), Danny Morais (aos 15 min do 2ºT), Mayco Félix (aos 20 min do 2ºT)
Cartões amarelos: Patrick (Santa Cruz), Fabiano (Retrô), Jaildo (Retrô), Rômulo Oliveira (Retrô)

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.