segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Santa vence o Vitória/PE e reassume liderança do Estadual


Em jogo fraco tecnicamente, Pipico anotou o único gol da partida, de pênalti, ainda na primeira etapa

Pipico anotou gol de pênalti contra o Vitória/PE

Segue o líder! Se na Copa do Nordeste o Santa Cruz ainda busca dar alegrias ao seu torcedor, no Pernambucano isso vem virando rotina. Em partida realizada na tarde deste domingo (2), no Estádio do Arruda, a Cobra Coral bateu o Vitória/PE por 1x0, e chegou ao seu terceiro triunfo consecutivo no Estadual. O gol do encontro foi marcado por Pipico. Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Itamar Schulle reassume a liderança da competição, mantendo os 100% de aproveitamento, agora com nove pontos. Por outro lado, o Tricolor das Tabocas segue na 8ª posição.

Apesar do fraco nível técnico, o primeiro tempo foi equilibrado. Recheado de mudanças - por conta do jogo da Copa do Brasil no meio de semana -, o Santa Cruz apostava nos lançamentos e nas jogadas pela direita para chegar ao ataque. Porém, quem deu o primeiro susto foi o Vitória. Em cobrança de falta aos 13, Erverson obrigou Maycon a fazer uma grande defesa. Atuando na vaga de Paulinho, Lucas Gonçalves não conseguia verticalizar o jogo, e com Jeremias pecando nos passes, o Tricolor do Arruda não conseguia clarear os lances e só assustava nos escanteios. Mas, em uma infelicidade de Giva, o time comandado por Itamar Schulle teve a vida facilitada ainda na etapa inicial. Mayco Félix descolou bom lançamento para Patrick Nonato, e o camisa 11 foi derrubado pelo lateral dentro da área. O juiz Rodrigo Pereira assinalou pênalti e expulsou o camisa 6 do Tricolor das Tabocas. Na cobrança, Pipico bateu firme para abrir o marcador e chegar ao seu terceiro gol no Estadual.

Na volta do intervalo, Itamar Schulle sacou Mayco Félix do time e lançou Didira. A partir da mudança, Jeremias passou a atuar pelo lado direito. Com um jogador a mais, o Santa dominava as ações do jogo. O recém-promovido ao duelo era responsável pelas principais jogadas ofensivas coral, mesmo longe de sua melhor forma física. Logo nos primeiros minutos, o goleiro Fellipe Alisson teve que fazer três grandes intervenções em chutes de Pipico, Lucas Gonçalves e Didira, e observava o time da casa chegar com frequência no ataque. Tranquilo na partida, Schulle aproveitou para promover duas estreias. O treinador coral mandou para campo Tinga e o jovem Felipe Almeida, nas vagas de Lucas Gonçalves e Bileu, respectivamente. Apesar das alterações, o Tricolor pecava na pontaria e não conseguiu ampliar o placar, diante dos 6.429 torcedores que compareceram ao Arruda.

Agora, a Cobra Coral muda a chave para a Copa do Brasil. Na quarta-feira, o Santa visita o Operário/MT, pela primeira fase da competição nacional.


Ficha do jogo

Santa Cruz 1
Maycon Cleiton; Toty, Denilson, William Alves e Feliphe Gabriel; Bileu (Felipe Almeida), Lucas Gonçalves (Tinga) e Jeremias; Mayco Félix (Didira), Patrick Nonato e Pipico. Técnico: Itamar Schulle.

Vitória/PE 0
Fellipe Alisson; Walber (Misso), Fabinho Vitória, Oseas e Giva; Wires (Lucas Santos), Christian Grasse (Bruno Sacomani) e Thomaz; Paulo, Erverson e Lê Santos. Técnico: Alexandre Aguiar.

Local: Arruda (Recife/PE)
Árbitro: Rodrigo Pereira
Assistentes: Marcelino Castro e Michel Ferreira
Gols: Pipico, aos 40 do 1ºT (STA)
Cartão amarelo: Lucas Gonçalves, Toty, Bileu (STA); Wires, Giva, Fabinho Vitória (VIT)
Cartão vermelho: Giva (VIT)
Público: 6.429 torcedores
Renda: R$ 45.575,00

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.