sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Cabo da PM baleado em assalto em Gravatá morre no Recife


José Teófilo dos Santos, de 38 anos, foi atingido por estilhaços de um disparo de espingarda calibre 12. Um vigilante que tentou socorrê-lo também foi ferido e morreu pouco depois

O policial militar ferido durante uma tentativa de assalto ocorrida no sábado (28) em Gravatá, no Agreste de Pernambuco, morreu nesta sexta-feira (2) no Hospital da Restauração, no Recife. O cabo José Teófilo dos Santos, 38 anos, foi abordado e baleado quando passava de moto pela Rua Manoel Santiago de Oliveira no bairro do Loteamento Planalto. O crime, de acordo com testemunhas, foi cometido por três homens que estavam em um veículo HB20 branco.
A vítima reagiu e foi atingida na perna e no abdome. Logo depois, o vigilante Ivanildo Barbosa dos Santos, de 40 anos, passou pelo local e tentou socorrer o policial, mas foi surpreendido pelo bandidos, que estavam escondidos no mato. Ele também foi ferido e socorrido para uma unidade de saúde da cidade, mas morreu pouco depois de dar entrada na emergência.
José Teófilo foi socorrido no Hospital Doutor Paulo da Veiga Pessoa, em Gravatá, de onde foi transferido para o Hospital da Restauração, no Recife. O corpo do cabo foi levado ao Instituto de Medicina Legal do Recife, de onde dever ser liberado no início da tarde desta sexta-feira (2). José Teófilo era casado, tinha dois filhos e também atuou no 24º Batalhão da Polícia Militar, em Santa Cruz do Capibaribe. O policial será velado e sepultado em Gravatá, onde morava com a família.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.