sábado, 3 de agosto de 2019

Santa Cruz consegue virada épica e se mantém vivo na Série C




O Santa Cruz está vivo na Série C. Em uma partida imprópria para cardíacos, o Tricolor conseguiu uma heroica virada dentro da Arena de Pernambuco, na noite desta sexta-feira (2). Depois de ficar por duas vezes atrás no placar, a Cobra Coral conseguiu dois gols nos minutos finais e bateu o Imperatriz/MA, por 3x2. O resultado deixa a equipe pernambucana provisoriamente na sexta posição do Grupo A, com 21 pontos, dois a menos que o Ferroviário/CE, que tem 23. Já o time maranhense está em situação semelhante, pois tem os mesmos 21 pontos e está na quinta posição da chave, ficando à frente pelo saldo de gols.

Pressionado pelos maus resultados recentes, o Santa Cruz deixou transparecer dentro do gramado todo o seu nervosismo. A equipe errava passes simples e os jogadores se atrapalhavam no domínio de bola. Bem postado, o Imperatriz/MA tratou de se defender e atacar com parcimônia. Nunca ia com tudo à frente, tampouco se fechava na defesa. Não bastasse tudo isso, o Tricolor ainda jogava pressionado pela torcida, que vaiava com frequência. Mesmo desorganizados, os mandantes tiveram a primeira boa chance. Aos 25 minutos, Cesinha cruzou rasteiro. Guilherme Queiroz foi atrapalhado por Dudu e mandou por cima da barra.

O castigo veio pouco depois. Aos 29 minutos, Lucas Campos mandou para Manoel por cima da defesa tricolor. O centroavante recebeu dentro da área, mas não bateu para o gol. Preferiu limpar o lance e rolar para Gabriel Caju aparecer livre no meio da área e abrir o placar. Gol do Imperatriz/MA e mais protestos da torcida coral. Curiosamente, o empate não tardou a surgir. Aos 32 minutos, Everton iniciou jogada próximo à meia-lua e passou para Dudu. O atacante entrou em velocidade na área e foi desarmado. Na sobra de bola, Everton apareceu rápido e mandou sem piedade para o fundo das redes, empatando o marcador pouro depois.

No segundo tempo, com alterações pontuais, o Santa voltou melhor. Jaílson perdeu uma grande chance, mas perdeu. Os lances de emoção escassearam. Até os minutos finais, quando a partida ganhou altas doses de eletricidade. Aos 37 minutos, Rayllan ganhou no alto de Warley, e escorou para o meio. Matheus Lima apareceu quase na pequena área para fazer 2x1. Parecia o fim do Tricolor. Aos 44 minutos, Jaílson levantou na área e o zagueiro Vitão empatou de cabeça. Dois minutos depois, após nova bola levantada na área, Dudu resvalou de cabeça e Augusto, também de cabeça, deu números finais com uma virada heroica.

FICHA TÉCNICA:

Santa Cruz 3
Anderson; Cesinha (Daniel Costa), João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Lucas Gonçalves, Kadu (Warley) e Everton; Jailson, Dudu e Guilherme Queiroz (Augusto). Técnico: Milton Mendes

Imperatriz/MA 2
Jean; Jonas (Valderrama), Ramon, Renan Dutra e Renan Luís; Xaves, Lucas Campos e Dos Santos; Xavier (Matheus Lima), Gabriel Caju e Manoel (Rayllan). Técnico: Paulinho Kobayashi

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e Daniel Cotrim de Carvalho (PR)
Gols: Manoel, aos 29, e Everton, aos 32 minutos do 1ºT. Matheus Lima, aos 37, Vitão, aos 44, e Augusto, aos 46 minutos do 2ºT.
Cartões amarelos: Lucas Gonçalves (S)
Renda: 52.474,60
Público: 5.124


Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.