quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Ginástica do Brasil tem mais 4 medalhas e faz melhor campanha no Pan




O Brasil conquistou nesta quarta-feira (31), em Lima, quatro medalhas no último dia de disputas da ginástica artística e fez sua melhor campanha na modalidade na história do Pan, chegando a um total de 11 – quatro de ouro, quatro de prata e três de bronze nesta edição do evento.
O destaque do dia foi o ouro alcançado por Francisco Barreto na barra fixa. Para garantir o lugar mais alto do pódio, o atleta fez uma ótima apresentação, que lhe garantiu 14,566 pontos. O segundo lugar da prova ficou com outro brasileiro, Arthur Nory, que alcançou 14,533 pontos. O bronze ficou com o cubano Huber Godoy, com 14,200 pontos.
No total, Francisco Barreto conseguiu três medalhas de ouro nesta edição do Pan: Na barra fixa, no cavalo com alças e na equipe masculina. Nory também chegou a três medalhas: a prata de hoje, outro segundo lugar na barra fixa e o ouro por equipes.
Ouça na Rádio Nacional:Audio Player00:0000:00
Quem também fez história hoje foi Caio Souza. Ele conquistou a primeira medalha do Brasil na história nas barras paralelas, garantindo a prata ao marcar 14,366 pontos, ficando atrás apenas do mexicano Isaac Nuñez, que alcançou 14,433 pontos. Nesta edição do Pan, Caio já havia conquistado duas medalhas, ambas douradas, uma no individual geral e outra por equipes. O outro brasileiro na disputa, Chico Barretto, ficou na oitava posição.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.