segunda-feira, 28 de outubro de 2019

PHS usou “laranja” em Vertentes




Vertentes, no Agreste, também foi protagonista de laranjal nas eleições passadas. Renata Pereira, com registro na justiça eleitoral sob o número 31.999, foi “candidata” a deputada estadual pelo PHS, obteve apenas 20 votos no Estado, dos quais nove em Vertentes. Na sua conta de campanha, entretanto, jorraram R$ 35 mil do fundo eleitoral e R$ 600 em doação, conforme documentação em poder da coluna.
Na cidade, exerce a profissão de manicure, sendo irmã de Edjailson Pereira, suplente de vereador, conhecido por Dida de Elda, à época presidente municipal do PHS, aliado do deputado federal Fernando Rodolfo, também do mesmo partido. Ali, o parlamentar saiu das urnas com pouco mais de mil votos.
Ninguém viu um só santinho de campanha da manicure, mas do dinheiro que entrou em sua conta transferiu R$ 10 mil para uma gráfica e outros valores para uma produtora, o próprio irmão, uma sobrinha e até um ex-conselheiro titular.
Na pressão – Como toda cidade pequena, em Vertentes até as paredes sabem que Renata Pereira não fez campanha e deixou familiares irritados em aceitar ser posta como “laranja” sob o pretexto de completar a cota partidária obrigatória do sexo feminino. Janiel Pereira, seu esposo, reprovou a idéia, mas acabou sendo voto vencido diante da pressão de aliados de Fernando Rodolfo.
Nem um pio – Procurado para dar explicações sobre a notória e explicita “laranja” aliada em Vertentes, o deputado Fernando Rodolfo, eleito sob o dogma da moralidade, até o fechamento desta coluna não se manifestou. Rodolfo exerceu forte influência no comando do PHS e sabia que Renata estava entrando na campanha apenas para atender interesses escusos do partido.
Fez prevenção – O prefeito Geraldo Júlio aterrissou, ontem, de volta à capitania hereditária de Duarte Coelho depois de um giro na Alemanha. Assessores garantem que, antes de viajar, o gestor organizou um comitê preventivo para atuar no derrame de óleo, enquanto a Emlurb faz plantão com um batalhão de 200 homens para limpar Boa Viagem, se vier a ser afetada.
Empepinado – O prefeito de São Lourenço, Bruno Pereira (PTB), acaba de entrar em mais uma enroscada: o Ministério Público Estadual ajuizou ação de improbidade administrativa por ele não ter adotado, até agora, medidas para devolver aos cofres públicos R$ 500 mil desviados.
Assédio – A deputada Tábata Amaral, em processo de expulsão do PDT, deu uma longa entrevista, ontem, num site paulista, revelando que sofre assédio o tempo todo na Câmara, mas não citou nenhum nome. Ficou apenas no mimimi. Quis carimbar que o Congresso é machista.
FILIAÇÕES – Sob a coordenação do deputado Silvio Costa Filho, presidente estadual da legenda, o PRB amplia seu raio de ação para todo o Estado, agregando novas lideranças para disputar as eleições municipais. Há pouco, filiou pesos-pesados em Jataúba, Toritama e Tamandaré.
Perguntar não ofende: Quando Joice Hasselmann, jogada na jaula dos leões por Bolsonaro, vai apresentar provas de que o presidente usou e usa Fake News?  
(Do Blog do Magno)

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.