terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Desembargador Fernando Cerqueira é novo presidente do TJPE


Desembargador, empossado na noite desta segunda-feira (3), ocupará cargo durante o biênio 2020/2022

Posse da nova mesa diretora do TJPE

Em sessão solene no Palácio da Justiça, no centro do Recife, a nova mesa diretora do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) foi empossada, nesta segunda-feira (03), para o biênio 2020-2022. Na ocasião, o desembargador Fernando Cerqueira substituiu o desembargador Adalberto de Oliveira no posto de presidente da corte. Também foram empossados na cerimônia os desembargadores Eduardo Augusto Paurá, Cândido Saraiva e Luiz Carlos Figueiredo, respectivamente, como 1º vice-presidente, 2º vice-presidente e corregedor-geral do tribunal. Os magistrados foram eleitos pelo Pleno do TJPE, composto por 52 desembargadores, no dia 30 de outubro do ano passado.

O presidente do Grupo EQM, Eduardo de Queiroz Monteiro, e o diretor Executivo da Folha de Pernambuco, Paulo Pugliesi, prestigiaram a solenidade. "É uma posse que dá continuidade à gestão anterior, prezando pela qualidade dos seus membros e dos trabalhos que vêm sendo executados há vários anos. O Tribunal de Justiça de Pernambuco continuará prestando bons serviços à população, sempre procurando melhorar a qualidade de suas ações", disse Pugliesi. Também estiveram presentes o governador Paulo Camara e o prefeito do Recife, Geraldo Julio.

O novo presidente do TJPE ressaltou que fará uma gestão de continuidade, mas tem alguns projetos para colocar em prática. "Nós queremos, por exemplo, fazer a digitalização de todo o acervo processual de Pernambuco, começando pelos processos cíveis e logo depois os criminais que forem disponibilizados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Isso facilitará muito a administração dos processos em relação aos despachos e decisões que serão feitas por controle remoto em todo o Estado, especialmente naqueles lugares onde não temos juízes. Além disso, garantirá muito mais rapidez e segurança à população. Gostaria de estarmos com isso pronto até o final deste ano", disse.

Fernando Cerqueira ressaltou, ainda, a importância de o TJPE continuar dialogando com a sociedade. "O Tribunal, na verdade, é uma representação da população no aspecto judicial. O Poder Judiciário trabalha exatamente na conciliação e pacificação social", comentou. Ele disse, ainda, que entre os principais desafios está o de dotar o Judiciário com estrutura para poder atender as demandas. "Precisamos ampliar o número de juízes com concurso, contratar mais servidores. Vamos lutar para que possamos realmente levar isso até o fim", falou.

Durante o seu discurso, o desembargador Adalberto de Oliveira, que presidiu o TJPE, destacou que, durante sua gestão, reduziu a taxa de congestionamento de processos em 10 pontos percentuais, trazendo rapidez na resposta às ações. "No intenso cotidiano de lutas, entendemos que era preciso 'Inovar para pacificar e unir' a sociedade. Esse foi nosso lema, nosso foco e nossa motivação. Nesse contexto, um dos compromissos de nossa gestão foi a garantia da nomeação e da posse de magistrados e servidores aprovados e classificados nos últimos concursos realizados pelo Tribunal", falou.

Missa
Uma missa em ação de graças foi realizada, segunda-feira pela manhã, na Igreja da Ordem Terceira de São Francisco, no centro do Recife, para a nova mesa diretora do TJPE. A cerimônia foi ministrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido e também contou com o culto ecumênico do arcebispo dom Paulo Garcia, da Igreja Episcopal Carismática do Brasil.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.