quarta-feira, 13 de maio de 2020

Pernambuco registra 541 novos infectados e 70 mortes pela Covid-19 em 24h


Há ainda outros 378 óbitos de pacientes com quadros suspeitos de infecção pelo novo coronavírus em investigação

André Longo, secretário de Saúde de Pernambuco

Pernambuco registrou 541 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas, período no qual foram processados 844 exames laboratoriais. Dos novos casos, 276 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 265 são casos leves.

Agora, o total de infectados no Estado é de 14.309, sendo 7.644 casos considerados graves e 6.665, leves. O número de mortes aumentou em 70. No total, são 1.157 vidas perdidas por conta da Covid-19 em pouco mais de 45 dias. Há ainda outros 378 óbitos de pessoas com sintomas suspeitos da doença em investigação. 

GravesEntre os pacientes enquadrados como graves, 1.651 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e concluem tratamento em isolamento domiciliar. Outros 2.370 estão internados, sendo 238 em terapia intensiva (UTI) e 2.132 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada.


Até agora, os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 141 dos 185 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência com pacientes de outros estados e países.

Óbitos

Também foram confirmados laboratorialmente 70 óbitos, sendo 36 mulheres e 34 homens, residentes nos municípios de Recife (29), Jaboatão dos Guararapes (11), Paulista (5), Carpina (4), Olinda (2), Abreu e Lima (3), Caruaru (2), Palmares (2), Carnaíba (1), Feira Nova (1), Ferreiros (1), Goiana (1), Limoeiro (1), Passira (1), Paudalho (1), Petrolina (1), São Lourenço da Mata (1), Serra Talhada (1), Serrita (1) e Vitória de Santo Antão (1).

Essas mortes ocorreram entre os dias 13 de abril e 11 de maio, e os pacientes tinham idades entre 27 e 88 anos, além de um menina recém-nascida de apenas quatro dias - 0 a 9 (1), 20 a 29 (1), 30 a 39 (4), 40 a 49 (4), 50 a 59 (13), 60 a 69 (18), 70 a 79 (18), 80 ou mais (11).

Dos 70 pacientes que evoluíram a óbito, 37 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (20), diabetes (15), doença cardiovascular (8), doença renal (6), tabagismo/histórico de tabagismo (4), obesidade (4), asma (2), neoplasia (2), histórico de doença pulmonar (1), câncer (1), insuficiência respiratória aguda (1), distúrbio hidroeletrolítico (1), doença de Alzheimer (1), hepatopatia (1), esquizofrenia (1), doença de Chagas (1) e anemia falciforme (1) - o mesmo paciente pode ter mais de uma comorbidade. Um não tinha comorbidade e os demais estão em investigação pelos municípios.  

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.