quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Polícia identifica atirador que matou 4 durante missa na Catedral de Campinas




Euler Fernando Grandolpho chegou a igreja com duas armas e se sentou entre fiéis antes de abrir fogo; ele se matou após a chegada da polícia
A Polícia Civil identificou na tarde desta terça-feira (11) a identidade do atirador que matou quatro pessoas durante uma missa na Catedral Metropolitana de Campinas (SP). Trata-se de Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, que tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) registrada em Valinhos, cidade vizinha.
Após o crime matar quatro pessoas e deixar outras quatro feridas, o atirador se matou. De acordo com informações iniciais da polícia, Euler era analista de sistemas.
De acordo com o G1, o delegado do 1º Distrito Policial, Hamilton Caviola Filho, viu imagens do circuito de segurança dentro da igreja no momento da ação, e estima estima pelo menos 20 disparos. “Ele sentou a uns dez metros para a frente da porta. Ele não entrou atirando, primeiro ele senta em um banco”, afirma.
Segundo o delegado, logo após a entrada do atirador, três pessoas sentaram no banco atrás dele e foram as primeiras a serem atingidas. Entre elas, uma morreu.
“Ele usou uma arma, mas estava com duas. Motivação a gente só vai saber quando identificar, para saber o histórico dele. Ele [atirador] parou, pensou e executou o plano que tinha na cabeça”, diz o delegado.
Feridos – Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local, por volta das 13h20, para atender aos feridos. A informação inicial é de que Jandira Prado Monteiro, de 65 anos, teve lesões em uma das mãos e tórax e foi socorrida ao Hospital Mário Gatti, mas está fora de risco.
Para o mesmo hospital municipal foi encaminhado Heleno Severo Alves, de 84, que foi atingido por dois disparos nas regiões do tórax e abdômen e passará por cirurgia. O estado dele é grave.
Maria de Fátima Frazão Ferreira, de 68 anos, foi levada ao Hospital de Clínicas da Unicamp após ser baleada em uma das pernas e o quadro de saúde dela é estável, segundo a unidade.
O quarto ferido é um homem, de 64 anos, que foi atingido por dois tiros de raspão e foi socorrido ao Hospital Beneficência Portuguesa. A assessoria informou à EPTV que ele já recebeu alta.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.