sexta-feira, 22 de novembro de 2019

PCPE investiga três empresas suspeitas de lavagem de dinheiro na RMR


Segundo a PCPE, foram apreendidos documentos, veículos e outros itens que devem ser analisados na investigação das três empresas suspeitas

O delegado Jean Rockfeller detalhou a operação Texugo da PCPE

Uma operação deflagrada pela Diretoria Integrada Especializada (Diresp) da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) investiga crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e falsificação ideológica de três empresas localizadas na Região Metropolitana do Recife (RMR). As investigações da operação, chamada de Texugo, foram iniciadas em 2017 e, nesta sexta-feira (22), foram expedidos oito mandados de busca e apreensão domiciliar.

Segundo a PCPE, foram apreendidos documentos, veículos e outros itens que devem ser analisados na investigação das três empresas suspeitas de praticar lavagem de dinheiro proveniente do tráfico de drogas e de assaltos a bancos. As investigações contam com o apoio da Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE).
As três empresas investigadas atuam no Recife, Jaboatão dos Guararapes e Paulista. A área de atuação das empresas e dos investigados não foi divulgada. Ainda segundo a polícia, a organização criminosa é formada por aproximadamente oito pessoas (físicas e jurídicas), que atuam desde 2010. Alguns dos investigados já foram presos em operações semelhantes.
De acordo com o diretor da Diresp, Jean Rockfeller, as investigações devem continuar, e a divulgação de maiores detalhes podem comprometer o andamento da operação. “Não é o momento para prisões nessa operação. Iremos analisar o material apreendido e dar continuidade às investigações”, afirmou o delegado.

“Temos uma estratégia que consiste em focar no dinheiro dessas pessoas, descapitalizar para poder desarticular essas organizações”, completou Rockfeller, que também afirmou que o dinheiro lavado pelas empresas pode ser proveniente do tráfico de drogas e de outros crimes como assaltos a agências bancárias.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.