sábado, 14 de dezembro de 2019

Entregue oficialmente a duplicação da ponte do Janga


O governador Paulo Câmara e o prefeito de Paulista, Junior Matuto participaram da cerimônia de entrega

Inauguração oficial da Ponte do Janga, em Paulista

Com 4,5 km de extensão e aporte estadual de R$ 17,7 milhões, foi entregue oficialmente na manhã desta sexta-feira (13), a requalificação e duplicação da ponte do Janga, em Paulista, Região Metropolitana do Recife.

Segundo o secretário de infraestrutura e serviços públicos de Paulista, Pedro Cézar, a estrutura que foi construída em 1968, quando a população de Paulista era de 50 mil habitantes, precisava urgentemente ser requalificada. "O cidadão que transita pela ponte às 7h não pega mais engarrafamento. A entrega dessa obra é um marco para a história de Paulista, mesmo diante de tantos transtornos", disse. "Sofremos um aumento de 74% no valor do asfalto em 2018, que precisou recompactar os valores", acrescentou Pedro Cézar ao justificar o atraso para a finalização da obra.

De acordo com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, essa era uma obra prioritária para o Estado. “Temos a satisfação de poder concluir essa obra, e ao mesmo tempo buscar melhorar o ir e vir das pessoas. Era uma obra necessária, durou mais do que nós gostaríamos, mas o momento de crise que passou o Brasil fez com que nós tivéssemos restrições”, afirmou.

“Temos outras obras importantes como a Via Metropolitana Norte, parte do Complexo do Fragoso, que também deve ser concluída em breve. Instituímos um conselho para revisar todas as ações da Região Metropolitana [do Recife]. Vamos buscar parcerias com os prefeitos e parcerias privadas para melhorar a qualidade de vida da população”, concluiu o governador.

Segundo o prefeito de Paulista, Junior Matuto, essa obra não só foi importante para Paulista, mas para toda a Região Metropolitana do Recife. “Sabemos dos desgastes que sofremos, vivemos de perto o que a população sentiu na dificuldade da obra, mas o povo não perdeu a esperança e entendeu o momento de crise que as prefeituras estão passando”, declarou.

“Melhorou muito. Foi um milagre depois de tanto tempo, mas graças a Deus foi concluído”, afirmou o morador de Paulista e representante comercial Jamerson Pedro, que precisa passar pela ponte para ir ao trabalho.

“Foi difícil se locomover durante esse tempo de obra. Tinha muito congestionamento. Já demorei 40 minutos para passar, mas agora está bem melhor, não demoro nem cinco minutos na ponte”, relatou o administrador Hugo Carapeba.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.